HORAS

00:00:00

Seguidores

Total de visualizações de página

Seguidores Google+

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Por onde anda Antonio Pompeo, o 'Servílio' de 'Mulheres de Areia'?



O ator e artista plástico Antônio Pompêo nasceu na cidade de São José do Rio Pardo, São Paulo, em 1953.

Foi Diretor de Promoção, Estudos, Pesquisas e Divulgação da Cultura Afro-Brasileira da Fundação Palmares, ligada ao Ministério da Cultura do Brasil.

Estreou no cinema em "Xica da Silva" (1976), de Carlos Diegues. Entre o fim dos anos 70 e começo dos 80, fez também "O cortiço" (1978), de Francisco Ramalho Jr., "Se segura, malandro!" (1978), de Hugo Carvana, "Parceiros da Aventura" (1980), de José Medeiros, "Quilombo" (1984), de Carlos Diegues, e "Nunca fomos tão felizes" (1984), de Murilo Salles.

A partir daí, Antônio Pompêo dedicou-se mais a trabalhos na televisão, só voltando ao cinema 17 anos depois em "O xangô de Baker Street" (2001), de Miguel Faria Jr. Depois disso, fez ainda "Condenado à liberdade" (2001), de Emiliano Ribeiro, "Seja o que Deus quiser" (2002), de Murilo Salles, e "Quase dois irmãos" (2004), de Lúcia Murat.

Na televisão, participou de "A Moreninha" (1975), "Lampião e Maria Bonita" (1982), "A Máfia no Brasil" (1984), "O Tempo e o Vento" (1985), "Tenda dos Milagres" (1985) , "Sinhá Moça" (1986), "O Outro" (1987), "Kananga do Japão" (1989), "Escrava Anastácia" (1990), "Rosa dos Rumos" (1990), "A História de Ana Raio e Zé Trovão" (1990), "Pedra sobre Pedra" (1992), "Mulheres de Areia" (1993), "Fera Ferida" (1993), "Tocaia Grande "(1995), "O rei do gado "(1996), "Pecado Capital" (1998), "A Casa das Sete Mulheres" (2003), "Prova de Amor" (2005).

Antônio Pompêo está de volta à TV em 2009, em uma participação na novela "Chamas da Vida", na Record.

Em 2011, o ator integra o elenco da novela "Rebelde" também da Rede Record.

Nenhum comentário:

Postar um comentário